Durante as mini-férias de Carnaval, um grupo de alunos do 10° e 11° anos estiveram em visita de estudo aos Açores. Os alunos tiveram a oportunidade de visitar o Observatório Vulcanológico e Geotérmico dos Açores, de subir à Lagoa do Fogo, conhecer as Furnas, entre outros pontos turísticos da ilha de São Miguel.

A "Caminhada no Deserto", entre Cortegaça e Furadouro, com os alunos do 2º ciclo, foi uma oportunidade de reflexão e partilha. 

A vida é um caminho.

As equipas de Infantis e Iniciados do Colégio de Lamas venceram a final nacional da Taça AEEP de futsal que decorreu no passado dia 1 de março em Fátima. Parabéns aos nossos campeões!

No dia 21 de fevereiro, os nossos alunos estiveram na Biblioteca Municipal de Santa Maria da Feira onde participaram na fase regional do Concurso Nacional de Leitura. Parabéns à nossa aluna Isabel Tavares por ter passado à fase seguinte!

 

Os professores de EMRC/Interioridade e Filosofia dinamizam há seis anos uma iniciativa solidária muito especial. No âmbito da responsabilidade social e cidadania que estão no cerne do Projeto Educativo do Colégio de Lamas, voltamos a levar a cabo a iniciativa ‘AMIGOS DOS DOENTES’.

Nos dias 24 e 31 de janeiro e 07 e 14 de fevereiro, cerca de cem alunos das turmas do ensino secundário desenvolveram uma experiência de voluntariado no Hospital de São Sebastião, em Santa Maria da Feira. Em cada dia, os professores acompanharam dois grupos que se distribuiram pelas alas de Pediatria e Medicina Interna.

Os alunos levaram muita alegria e afetos para partilhar com os doentes daquela instituição de saúde e desenvolveram várias atividades musicais, cénicas, recreativas e culturais junto das crianças e adultos enfermos, partilhando o que são, sentem e sabem. Os discentes que tiveram o privilégio de dar-se a pessoas que nesse momento passam pela experiência da dor e do sofrimento, levarão também algumas ofertas que estão a preparar com muito carinho.

Nos dias em que aconteceram as visitas aos doentes, os alunos participaram numa ação de formação especializada orientada por técnicos do Hospital tendo em vista a especificidade deste contacto com os doentes.

Esperamos ter levado um pouco de conforto, entusiasmo e otimismo às crianças e às demais pessoas doentes com quem partilharemos o que somos e temos. Cuidar dos doentes é um ato de altruísmo da maior relevância e acreditamos que receberemos muito mais do que aquilo que daremos. Entrar em contacto com a fragilidade humana de pessoas hospitalizadas é uma experiência muito intensa e com aprendizagens existenciais da mais elevada riqueza pedagógica.